Durante o FISL em Porto Alegre, foi organizada uma mesa de debate que suscitou dúvidas em relação à velha diferença das rádios livres em relação às piratas. Aproveitei a publicação de um comentário (http://www.etceteraetal.com/?p=992) pra repetir a rima conhecida, acrescida do improviso propositivo, tentando avançar sobre o digital com o espectro livre. Segue.

as rádios livres não têm interesse de lucro, e é por meio delas que existe hoje um canal onde se exerce o direito fundamental de liberdade de expressão previsto na declaração universal dos direitos humanos (1948), no pacto de san jose da costa rica (1969) e na constituição brasileira de 1988, em seu artigo 5.em nenhum outro tipo de rádio o acesso irrestrito à tomada da palavra está garantido.

De acordo com o site:
http://www.drm-brasil.org/

"O intuito desta Plataforma é dar cobertura aos testes do DRM no Brasil, dar suporte aos Broadcasters que queiram implementar o DRM em suas emissoras e aos ouvintes que queiram receber as transmissões, divulgar os documentos e manuais provenientes do Consórcio DRM, ser um ponto de encontro para técnicos da área trocarem informações e principalmente defender o DRM como padrão técnico do SBRD (Sistema Brasileiro de Rádio Digital)."

Tags:

Para divulgação, nas rádios, para quem se interessar:

Quem tiver vídeo das rádios livres, envie!

No dia 17 de maio abriram as inscrições para a 3ª. Mostra Luta! evento que reúne a exibição e o debate de diferentes linguagens artísticas que abordam o tema das “lutas sociais e a realidade dos trabalhadores”. Este ano, além dos vídeos, os participantes poderão inscrever fotografias, poesias, quadrinhos e charges. O prazo vai até 15 de agosto e as informações, regulamento e ficha de inscrição estão no site www.mostraluta.org.

A 3ª. Mostra Luta! ocorrerá em Campinas, de 16 a 24 de outubro, e de forma itinerante em outras cidades do Brasil, abrindo novamente espaço para a expressão de todas e todos que não têm acesso aos meios de difusão de suas lutas e ideais.

Seguindo a onda do HTML5 e dos padrões livres, lá vem a muda em Ogg/Vorbis.
Se o seu navegador suportar HTML5 (Firefox 3.5 ou superior), escute a muda ao vivo aqui:



Excelente artigo produzido pela nossa querida Anatel sobre o futuro da radiodifusão brasileira, passando por assuntos como Rádio Digital e a velha e ultrapassada legislação brasileira de telecomunicações.

Em anexo o pdf do documento.

http://www.radiolivre.org/sites/radiolivre/files/extensao_fm.pdf

Hoje foi lançado pelo consórcio DRM o BUG - Broadcasters’ User Guide, que nesta versão já inclui o DRM+!

Esse é o guia definitivo para conhecer os detalhes de transmissão DRM.

http://www.drm.org/uploads/files/broadcast_manual.pdf

Nós de Rádios Livres conseguimos pela primeira vez, dia 26/05/2010, demonstrar uma cadeia completa de transmissão/recepção DRM.

Versión em español aquí

Hoje, dia 17 de maio, Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade de Informação, nós de Rádios e TVs Livres estamos lançando ao Brasil e ao mundo uma Carta Aberta em defesa da escolha do DRM (Digital Radio Mondiale) como padrão técnico para o SBRD (Sistema Brasileiro de Rádio Digital).

Através desta carta expressamos nossas reflexões sobre a melhor opção para o Rádio Digital no Brasil e no mundo. Defendendo a livre apropriação do meio Rádio, por qualquer grupo de pessoas que queira se expressar livremente, sem censura ou fronteira, local e globalmente, somos a favor da escolha do DRM - Digital Radio Mondiale - como o padrão de Rádio Digital a ser adotado no Brasil e no mundo.

Syndicate content