• warning: include(../orelha/yp.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.
  • warning: include(): Failed opening '../orelha/yp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php') in /var/www/data/drupal-6-lts/includes/common.inc(1773) : eval()'d code on line 4.

Testes com o padrão americano Iboc em São Paulo terão início no dia 10 de Janeiro

O Estado de S. Paulo - SP*
05/01/2008 - 09:42
Tecnologia Escolha do padrão da rádio digital entra na fase decisiva

Testes com o padrão americano Iboc em São Paulo terão início na quinta-feira

Gerusa Marques
Na próxima quinta-feira, começa em São Paulo a fase final dos testes para a escolha do padrão de rádio digital que será utilizado no Brasil. Os testes, feitos pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), estão sendo feitos com o padrão americano Iboc. A idéia é fazer um relatório sobre as condições técnicas do sistema, como cobertura dos sinais e nível de interferências. O Instituto Mackenzie vai participar do processo. Participam desta etapa de avaliação a Rádio Globo (FM), a Rádio Cultura (AM) e a Rádio Bandeirantes (FM).

Segundo a Abert, os testes com o acompanhamento da equipe do Mackenzie, na capital paulista, devem durar 10 dias. O desempenho do sistema digital também será testado posteriormente em Ribeirão Preto e em Belo Horizonte. O Ministério das Comunicações informou que aguarda a apresentação pelas emissoras de um relatório técnico sobre os testes, que será utilizado pelo governo como subsídio para a escolha do padrão digital.

Além do padrão americano, o preferido da maioria das emissoras, também está sendo analisado pelo governo brasileiro o padrão europeu (DRM).

Os testes com o padrão americano vêm sendo feitos por 23 emissoras em todo o País há cerca de dois anos. O governo, no entanto, quer que instituições de pesquisa acompanhem e façam relatórios técnicos sobre o desempenho dos sistemas em estudo, como foi feito no processo de escolha da TV digital.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, chegou a afirmar, em meados do ano passado, que a tendência era a de escolher o padrão americano para as emissoras AM e FM porque é o único que permite o funcionamento simultâneo do rádio digital e do analógico. Para as emissoras de ondas curtas, que atendem principalmente à região amazônica, seria escolhido o padrão europeu.

A escolha do governo foi adiada para este ano diante de problemas
verificados no padrão americano, como interferências entre os sinais
digitais e analógicos, atraso na recepção dos sinais e redução no raio de alcance das emissoras.

Em outubro do ano passado, o assessor especial da Casa Civil da Presidência da República, André Barbosa, disse durante audiência pública no Senado que a Casa Civil estava preocupada em não tomar uma decisão de "afogadilho", e que, portanto, a escolha poderia demorar ainda seis meses.

Com o sinal digital, o som da rádio AM terá qualidade de FM e o da rádio FM ficará similar ao do CD. Além de melhorar sensivelmente a qualidade do som, os novos aparelhos vão trazer informações adicionais em texto, como previsão do tempo, serviços de localização, trânsito e dados sobre cantor e compositor da música que está sendo executada.