Tags:

Excelente texto de Frantz Fanon sobre a rádio clandestina Voz da Argélia Livre, da Frente de Libertação Nacional, que lutou de 1954 a 1962 pela independência da Argélia. Fanon é um dos mais importantes teóricos revolucionários de todos os tempos, tendo influenciado o pensamento de brasileiros como Paulo Freire. Seu mais famoso livro é "Os condenados da terra", editado no Brasil pela UFJF.

This Is the Voice of Algeria
Frantz Fanon

From "A Dying Colonialism" first published in French in 1959 and in English in 1965
Ttranslated by Haakon Chevalier

Tags:

Dia 23/06 alguns Mudeir@s fizeram um debate, com microfones abertos, sobre as manifestações que estão ocorrrendo nas ultimas semanas. O audio esta disponivel para download no site da Muda http://muda.radiolivre.org/node/195
Lembrando que hoje (30/06) faremos mais um debate, compareçam e participem.

Hohe as 18h teremos os microfones abertos para quem quiser debater e refetir sobre o momento atual.

Apareçam ou sintonizem ;-)

Nesta terça-feira, 18 de junho, o coletivo CMI-Tefé/rádio Xibé/Voz da Ilha esteve no bairro Colônia Ventura de Tefé (Amazonas) levando informações e imagens que estão circulando na internet sobre as manifestações, analisando as manipulações da mídia corporativa e relatando com imagens a história da luta pela democratização dos meios de comunicação em Tefé.

Esta é apenas a primeira visita de várias que o coletivo pretende realizar ao bairro, visando construir com os moradores estratégias de comunicação para a sua histórica luta por direitos fundamentais. A Colônia Ventura é, atualmente, um dos bairros mais marginalizados de Tefé e poucos na cidade conhecem as dificuldades que estão passando. O CMI-Tefé pretende construir com eles novas possibilidades de utilização de rádios livres, jornalismo popular e servidores livres.

Tags:

O que é Espectro Aberto*?

"Espectro Aberto" se baseia na ideia de que a tecnologia pode reduzir ou mesmo eliminar a necessidade de os governos micro-gerenciarem as comunicações sem fio. Em diferentes contextos, pode ser interpretado como:

* um ideal de liberdade no uso de radiofrequências;
* uma crítica à gestão tradicional do espectro;
* uma proposta decorrente de tendências em design de rádio;

Na verdade, Espectro Livre é tudo isto, o que levou a diferenças de ênfase e de opinião entre os seus apoiadores. Um site pode não resolver estas diferenças, mas pode posicionar o nosso trabalho, esclarecendo algumas opções políticas.

Espectro Livre: o Direito do Povo à Comunicação

Thiago Novaes*

Resumo

O artigo trata da digitalização das comunicações no Brasil e das distintas concepções de democratização dos meios de comunicação que vigoram no país. Busca descrever um breve histórico de desenvolvimento do Sistema de TV Digital, preocupando-se com o atual debate sobre rádio digital, e apresenta uma inovadora forma de gestão do espectro radioelétrico: o espectro livre.

Palavras-chave: digitalização, democratização dos meios de comunicação, espectro livre.

Introdução: a Televisão Digital e Rádio Digital no Brasil

da colaboração do Coletivo de Comunicadores Populares de Campinas

Polícia Federal entra na Unicamp, leva transmissor e Reitoria não se manifesta

Na manhã do último domingo, 16 de dezembro, a Polícia Federal entrou no campus da Universidade Estadual de Campinas, e a apreendeu o transmissor da rádio livre Rádio Muda, situada na Praça do Ciclo Básico da universidade.

Segundo informações do funcionário da segurança do campus, Donizette, a ação ocorreu com Mandado Judicial. Os policiais teriam encontrado as portas do estúdio abertas. Segundo o funcionário, maiores informações poderiam ser repassadas apenas pelas Assessoria de Imprensa da Universidade.

Contactada para maiores esclarecimentos, as 15:00h da segunda feira a Assessoria de Imprensa ainda não sabia do fato e não retornou até o fim do dia 17. A Procuradoria Geral não pôde atender.

Ainda não há uma posição oficial da Unicamp sobre o ocorrido e não se sabe se a reitoria autorizou a entrada dos policiais no campus.

Na manhã de domingo do dia 16 de dezembro de 2012 mais uma vez os Piratas
Federais saquearam a Rádio Muda FM - 88,5 MHz em Campinas-SP, uma rádio
livre. Levaram apenas o nosso transmissor mas nunca nos impedirão de
comunicar.

Novamente de forma sorrateira e clandestina, os agentes do aparato
repressivo do Estado entraram no estúdio violando o livre direito de
expressão e comunicação exercido pelas rádios livres.

Já falamos mas nunca é demais repetir: o artigo quinto da Constituição
garante a liberdade de expressão. Transmitir pelas ondas eletromagnéticas
e se comunicar através do ar não é crime. Mas o Estado continua insistindo
em infringir sua própria Carta Magna, contrariando a democracia que
defende. Logo perguntamos: que democracia é essa?

A Rádio Muda existe há quase 30 anos. De lá pra cá, já sofremos muitas
investidas da Polícia Federal e Anatel. O placar mudou: 3 para a Rádio
Muda e 2 para a Anatel.

no twitter da mobile radio na bienal são paulo

Mobile Radio ‏@Mobile_Radio
Free radio activists from Radio Capivara, Radio Muda and Radio Xiado have found the Mobile Radio BSP studio and take over for the next 90min
http://mobile-radio.net/

Tags:

a radio capivara jah esta retransmitindo o sinal da radio mobile q. esta funcionando em plena bienal
http://mobile-radio.net/
www.radiocapivara.blogspot.com

Syndicate content