Rádio Digital

Sobre a digitalização do espectro.

As empresas nacionais de TV e rádio terão isenção de tributos para importar os equipamentos necessários à implantação do sistema digital no país, afirmou ontem o ministro das comunicações, Hélio Costa. Ele se reuniu com os dirigentes das principais empresas do setor na sede da Associação das Emissoras de rádio e tv de São Paulo (Aesp).

Os testes iniciais de transmissão de rádio digital começarão no dia 26 de setembro, como parte da comemoração dos 84 anos do rádio no país, informou nesta segunda-feira o ministro das Comunicações, Hélio Costa. Segundo ele, a escolha do padrão a ser utilizado ficará a cargo das próprias empresas do setor. O presidente da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), José Inácio Pizani, disse que as primeiras experiências serão feitas por "meia dúzia de emissoras" na cidade de São Paulo pelo sistema norte-americano Iboc. Hélio Costa acrescentou que os testes também serão realizados por emissoras das principais capitais brasileiras no sistema europeu DRM.

Restando quatro meses de estudos para definir o modelo de referência do Sistema Brasileiro de Televisão Digital (SBTVD), que vem sendo gestado desde novembro de 2003, a forma como se dará a transição equivalente para as emissoras de rádio corre o risco de ser verticalizada e restrita ao setor privado e a órgãos da administração pública. Desde que foi anunciada pelo Ministério das Comunicações (Minicom) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a liberação de testes somente para o padrão norte-americano Iboc (In Band On Channel) em 12 capitais, a partir de setembro, provocou polêmica dentro e fora do governo Lula pela rapidez com que o debate está sendo conduzido. Enquanto os órgãos do setor dizem que o que foi anunciado é apenas a autorização a partir da solicitação de um grupo de emissoras, a Casa Civil da Presidência da República acendeu o sinal amarelo porque já vinha desenvolvendo convênios para testar em nível nacional o padrão europeu DRM (Digital Radio Mondiale) e ainda pretende produzir estudos comparativos entre os quatro padrões existentes no mundo. A queda-de-braço entre os dois lados torna difícil uma aposta sobre qual Pasta terá mais força para bancar sua política.

Mas o passo que está para ser dado pode ser para frente ou para trás. Entrevista com o engenheiro Higino Germani mostra como o Brasil pode definir de forma açodada a transição do serviço de radiodifusão sonora, criando uma situação de fato que tende a contribuir para tornar os canais de rádio ainda mais inacessíveis a novos atores e dificultar a reestruturação desta mídia tão fundamental para a cidadania. Em pleno andamento dentro dos órgãos de governo, este debate está distante de diversos atores interessados e, ainda mais, dos cidadãos.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse hoje que a rádio digital deverá começar a funcionar em caráter experimental a partir de setembro. "Nós já temos condições técnicas para fazer a rádio digital funcionar", acrescentou.

[radiolivre] Palestra sobre Radiodifusão Digital (PY2ZX) - [Lista de discussão do radiolivre.org]

Na próxima sexta, dia 17 de junho de 2005, o técnico e experimentador Marcus Ramos desenvolverá uma palestra sobre radiodifusão digital. Será às 19h30 no Campus Rudge Ramos da Universidade Metodista de São Paulo, Auditório do Edifício Capa, Rua do Sacramento, 230, São Bernardo do Campo - SP.

O secretário executivo do Ministério das Comunicações, Paulo Lustosa, anunciou durante o Congresso Brasileiro de Radiodifusão, promovido pela Abert, que já está pronta uma portaria para a criação de um grupo de trabalho, com representantes do ministério, da Casa Civil e da Radiobrás, que elabore pesquisas e testes relativos à rádio digital.

As tecnologias básicas que possibilitam qualquer pessoa efetuar uma transmissão de áudio não são recentes e já existem há alguns anos. O que está impulsionando as webradios hoje são dois fatores principais, a largura de banda nos acessos à internet e as novas implementações dessas antigas tecnologias de streaming.

O NRSC (National Radio Systems Comittee), órgão da indústria de radiodifusão que assessora a FCC, aprovou neste final de semana, durante a NAB 2005, um padrão do tipo IBOC (In-band/on-channel) de rádio digital terrestre para os Estados Unidos. No sistema IBOC não há necessidade de canais adicionais para o rádio digital, a transmissão é feita sobre as freqüências AM e FM existentes. A adoção do padrão, denominado NRSC-5, deve acelerar a implantação do rádio digital terrestre no país.

Syndicate content