Blogs

Na primeira edição do jornal destacamos:

-Relatos do encontro das juventudes indigenas do paraná
-Relatos dos círculos de estudos e práticas de comunicação e rádio nas terras indigenas Rio das Cobras e Araçai
-A retomada de terras tradicionais no oeste do paraná
-A luta das mulheres indígenas
-A educação escolar indigena
-Nota pelo direito a terra e ao território

https://ia601507.us.archive.org/6/items/jornal-coletivo-de-comunicacao-p...

vẽnh génh jérin mỹ!

aguyjevete pra quem luta!

Hoje saiu a sentença do juíz federal Martínez de Giorgi sobre a causa que a empresa multinacional de segurança privada de origem espanhola PROSEGUR contra a TV ANTENA NEGRA, um canal popular, comunitário e alternativo, que foi processado sob a alegação de interferência danosa no sistema de comunicação da empresa.

Salve a todxs...
Convidamos geral para a atividade de re-organização da Rádio Várzea Livre no dia 09/03 às 18h30 na sala da rádio (prédio da história/espaço aquário/usp).

Abraços

Tentando o funcionamento!

De 11 a 13 de julho, comunicadores populares das comunidades de várias partes do Médio Solimões realizaram, junto com o CMI-Tefé e o Instituto Mamirauá, uma oficina de rádio livre no Centro Irmão Falco no bairro Colônia Ventura de Tefé (AM). Entre os participantes estavam os voluntários das três rádios poste existentes nas comunidades Porto Braga (Uarini), Boca do Mamirauá (Alvarães) e na cidade de Jutaí, além das rádios Xibé e Voz da Ilha de Tefé. A atividade integrou o V Encontro de Comunicadores Populares, organizado pelo Instituto Mamirauá, e que contou também com produção cinematográfica e teatro.

Tags:

Excelente texto de Frantz Fanon sobre a rádio clandestina Voz da Argélia Livre, da Frente de Libertação Nacional, que lutou de 1954 a 1962 pela independência da Argélia. Fanon é um dos mais importantes teóricos revolucionários de todos os tempos, tendo influenciado o pensamento de brasileiros como Paulo Freire. Seu mais famoso livro é "Os condenados da terra", editado no Brasil pela UFJF.

This Is the Voice of Algeria
Frantz Fanon

From "A Dying Colonialism" first published in French in 1959 and in English in 1965
Ttranslated by Haakon Chevalier

OLA GALERA VISITEM O SITE DA RADIO COMITIVA E PARTICIPACEM DO NOSSO CHAT, www.radiocomitiva.com.br

Tags:

Pegue sua panela, leve um lenço para fazer de mordaça, faça o seu cartaz, leve seu zine ou performance, ou apenas vá e grite! Tome a palavra!

As pulgas convidam para dois atos na quarta feira dia 28/09/2011. Às 12h um panelaço artístico no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, que depois deve se dirigir até a ANATEL do Rio de Janeiro. Às 21h outro ato no show de jazz que ocorre ao lado do Instituto.

7 de julho, 2011 - Xochistlahuaca/Suljaa' - Guerrero - México

A rádio Ñonmdaa está novamente em alerta: a ameaça agora vem por parte de elementos do exército. Alguns soldados do exército mexicano chegaram ao pueblo de Suljaa' pela manhã de hoje, e circularam perguntando às pessoas aonde se localizava a rádio ñomndaa.

Ao serem perguntados pelo motivo de sua vinda, após muita insistência, responderam que estariam buscando pelas saídas do povoado para as montanhas, mas sabemos que esse pode não ser o verdadeiro motivo. Por isso, apoiadoras e apoiadores da rádio se uniram para defender e monitorar as ações do exército.

Sabemos que há uma política para reprimir e desmantelar rádios por parte do governo federal, utilizando para isso o exército e forças policiais. No entanto, a rádio é do povo e serve aos interesses do povo, ao contrário do que faz o exército.

A rádio já foi vítima, em 2008, de uma tentativa de desmantelamento por parte da AFI, uma espécie de polícia militarizada do México, mas voltou ao ar em pouco tempo.

Até o momento, não houve nenhuma tentativa de tomada da rádio ou de seus equipamentos, mas as pessoas estão em alerta, atentas aos movimentos do exército e dispostas a proteger esta que é uma rádio que serve realmente aos propósitos do povo indígena de nancue ñomndaa (amuzgos).

Syndicate content